Audiência pública sobre a falta d’água e as ações da Copasa em Igaratinga (sede) foi um SUCESSO! Saiba a opinião dos igaratinguenses!!!



 

Hoje (27/10), fruto de parceria entre Prefeitura e Câmara, realizou-se a audiência pública sobre a falta d'água e as ações da Copasa em Igaratinga (sede). Participaram o Prefeito, Renato de Faria Guimarães; o Vice-Prefeito, Dirceu Alves Rodrigues; a Secretária de Administração e Planejamento, Adriana Rodrigues Almeida; o Secretário de Infraestrutura, Meio Ambiente e Serviços Urbanos, Antônio Ramon de Almeida; a Secretária de Assistência Social, Fátima Aparecida Camargos; o Secretário de Finanças, Clovis Ferreira Santiago; o Secretário de Saúde, Marcelo Soares Ferreira; o Chefe de Gabinete, Alexandre de Faria Silva; o Controlador Interno, Diogo Andrade Vieira; o Assessor Jurídico da Prefeitura, José Aparecido Ferreira Rodrigues; os vereadores, José Mauro de Carvalho, Junio Ribeiro do Nascimento, Marcelo José Fernandes, Jean Cristie Camargos, Adilson José de Queiroz, Antônio Lúcio de Oliveira, o Assessor Jurídico da Câmara, Luciano Siqueira Leite, e dezenas de cidadãos.

Na abertura, o Prefeito, o Vice-Prefeito, os vereadores e o Assessor Jurídico da Prefeitura deram as boas-vindas e iniciaram os trabalhos, enfatizando que o objetivo da audiência pública era ouvir as opiniões e ideias dos igaratinguenses para fomentar os próximos passos e regularizar a situação do abastecimento de água em Igaratinga (sede).

Em seguida, José Aparecido fez uma apresentação em powerpoint que abordou o panorama da seca e falta d'água no mundo, no Estado de Minas Gerais e em Igaratinga, além das ações até então realizadas pela Prefeitura e o contrato de concessão para execução e exploração dos serviços de serviços de abastecimento de água entre a Copasa e a Prefeitura, firmado em 15/04/1982 e vencido em 15/04/2012.

Posteriormente, todos que preencheram o Formulário de Solicitação para Uso da Palavra puderam dar suas opiniões e ideias sobre a questão e passou-se para a parte prática, onde os cidadãos participantes, conscientes e solidários, ouvidos pela Prefeitura e Câmara, definiram os próximos passos para regularizar a questão do desabastecimento. Ficou definido que, na semana que vem, a Prefeitura enviará uma notificação à Copasa concedendo o prazo de 20 (vinte) dias úteis para que ela se manifeste sobre o interesse ou não em continuar operando em Igaratinga (sede). Se a resposta for sim, deverá a Copasa apresentar um contrato preliminar, que será minuciosamente analisado pela Prefeitura e Câmara para elaboração de uma contraproposta, instrumento da negociação. Se a resposta for não, a Prefeitura procederá à abertura de procedimento licitatório de concessão para execução e exploração dos serviços de serviços de abastecimento de água em Igaratinga (sede).

Os igaratinguenses falaram, Prefeitura e Câmara ouviram e colocarão em prática, pois os cidadãos são os titulares do interesse e recursos públicos!

 




TAG's: Audiência, pública, sobre, falta, d’água, ações, Copasa, Igaratinga, SUCESSO

Inicial | Voltar
Link permanente: