Sintram promove curso sobre previdência em Igaratinga

 

No sábado (11/03/2017), servidores públicos municipais de Igaratinga tiveram a oportunidade de estudar sobre o regime próprio de previdência do Município, o Previgara. A capacitação, promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste (Sintram), também apresentou os efeitos avassaladores da PEC 287 do governo Temer, que trata da reforma da Previdência e, se aprovada, vai cortar direitos e dificultar o acesso à aposentadoria. Ao final do treinamento, todos os participantes receberam certificado de conclusão do curso de três horas e trinta minutos de duração.

A Presidente do Sintram, Luciana Santos, acompanhada da Vice-Presidente, Ivanete Ferreira, do Diretor Financeiro, José Alcolano, e do Presidente do Conselho Fiscal, Juliano Vilela, deu as boas-vindas aos servidores agradecendo a presença de todos ao treinamento. “Como prometido a vocês, estamos realizando hoje essa importante capacitação para que a categoria tenha uma nova visão sobre o regime próprio de previdência do Município, passando a acompanhar a gestão do Previgara de forma participativa”, disse.

A Vice-Presidente, Ivanete Ferreira, abriu o treinamento falando sobre a PEC 287, que é principal bandeira de luta atualmente do movimento sindical. Ivanete abordou, ponto a ponto, os cortes de direitos dos brasileiros, que resultarão em aumento da pobreza no Brasil, caso a Reforma da Previdência seja aprovada no Congresso Nacional. “O conhecimento é a principal arma que temos, então, não se enganem pela Rede Globo, busquem informações verdadeiras, enviem e-mails aos deputados pedindo para votarem contra esse retrocesso”, disse.

Na segunda parte dos trabalhos, o presidente do Conselho Fiscal do Sintram, Juliano Vilela, que é gestor financeiro de Regimes Próprios de Previdência, com certificação CPA 10 emitida pela Associação Brasileira de Investidores de Mercado (Apimec), e que, por oito anos, esteve como conselheiro do Instituto de Previdência de Divinópolis (Diviprev), tendo, inclusive, ocupado o cargo de presidente do Conselho Administrativo, abordou as especificações do RPPS Previgara. “Nosso objetivo na apresentação foi munir o servidor de informações fundamentais para que possam acompanhar a gestão do Previgara, questionando os conselheiros sobre a aplicação dos recursos, as despesas, os benefícios, o déficit atuarial, entre outros, de modo a alcançar uma maior transparência nos recursos financeiros do Previgara”, disse.

 

NOVA VISÃO

O curso atingiu o objetivo, sendo a iniciativa muito elogiada pelos servidores presentes. “Achei excelente, porque esclareceu muitas dúvidas. O pensamento vai clareando e até o nosso comportamento melhora”, avaliou o servidor José Henriques, que é motorista da Secretaria de Infraestrutura, Meio Ambiente e Serviços Urbanos, e, também, membro do Conselho Fiscal do Previgara.

A servidora Carla Aparecida, que tem 20 anos de serviço municipal, teve a mesma visão do colega. “Foi um treinamento muito bom, porque esclareceu bastante sobre a PEC 287, que vem preocupando muito os brasileiros e, também, sobre o Previgara. Muitos pontos que eu não conhecia sobre a previdência eu passei a conhecer a partir de hoje”, disse.

 

MUDANÇAS

O curso contou também com a participação de conselheiros do Previgara, Alexandre de Faria Silva e Denise Gonzaga Silva, respectivamente, Presidente e Secretária do Conselho Fiscal, e Fátima Aparecida Camargos, Secretária da Diretoria Executiva, que tem 28 anos de serviço público. Eles aprovaram o conteúdo do treinamento e mencionaram as mudanças que pretendem fazer no Instituto. “Queremos fazer a diferença, promovendo a adequada divulgação e transparência dos montantes, aplicações financeiras, rendimentos, despesas, ou seja, de tudo que envolve o Previgara, porque é um direito dos servidores públicos municipais efetivos. O dinheiro é de todos, então, é nossa responsabilidade orientar como esse valor é conduzido”.

A servidora Fátima falou sobre a necessidade de maior participação e capacitação dos colegas. “Irei ficar como conselheira por dois anos e espero que os próximos que entrarem no Previgara já tenham uma noção e conhecimento, pois, assim, farão um trabalho ainda melhor que o nosso. Espero que mais companheiros de trabalho participem do próximo curso".




TAG's: Sintram, promove, curso, sobre, previdência, Igaratinga

Inicial | Voltar
Link permanente: